Arquivo

Archive for the ‘UFC’ Category

Transmissão do UFC Rio na RedeTV! registra pico de audiência acima do normal

No último sábado, dia 27, a RedeTV transmitiu ao vivo e com exclusividade na TV aberta, o UFC Rio, que trouxe de volta ao Brasil o maior evento de artes marciais do mundo. A edição 134, que aconteceu no Rio de Janeiro, na HSBC Arena, na Barra da Tijuca, reuniu alguns dos maiores atletas de MMA do planeta. Mais de 16 mil espectadores estiveram na arena para uma noite histórica, que reproduziu as edições realizadas no exterior.
Segundo dados da Grande São Paulo, a atração marcou média de 9.2 de média e pico de 13 pontos no horário entre 22h às 00hs. No mesmo horário a Globo foi líder com 20.5 pontos; a Record vice com 10 e o SBT marcou 5.8 pontos.
A RedeTV foi líder por um bom tempo no Distrito Federal, São Paulo e no Rio de Janeiro.
Das 12 lutas, oito reuniram brasileiros contra estrangeiros, com um placar de 7 a 1 para os lutadores nacionais. Outros três combates tiveram Brasil x Brasil.
Em destaque, Anderson Silva lutou como quis contra Okami e ganhou quando achou melhor na luta que valia o cinturão dos médios do Ultimate Fighting Championship.

Categorias:ESPORTE, UFC

Após apanhar de Cigano americano é suspenso por 2 meses por médicos

Com uma espera maior do que o normal, a Comissão Atlética dos EUA responsável pela 131ª edição do UFC anunciou a lista de suspensões médicas preventivas dos lutadores que participaram do card.
Muito machucado por Júnior Cigano na luta principal da noite, o americano Shane Carwin pegou o segundo maior gancho, de 60 dias, atrás apenas de Jason Young, que terá de fazer um exame raio-x antes de voltar a treinar e deverá ficar 180 dias sem contato.
Praticamente intacto após o duelo do último dia 11, Cigano recebeu a recomendação de ficar nove dias sem treinar, tempo mínimo indicado pelas Comissões para qualquer atleta após as disputas.
Os demais brasileiros – Diego Nunes, Demian Maia e Wagner Rocha -, que perderam seus duelos, receberam suspensões medianas.
Derrotado por Kenny Florian, Nunes deverá ficar sem treinar por 45 dias, período necessário para que o gaúcho se recupere dos ferimentos. Demian e Wagner, que foram superados por Mark Munhõz e Donald Cerrone respectivamente, pegaram ganchos de 30 dias.
eja a lista completa:
Darren Elkins – Suspenso 45 dias;
Michihiro Omigawa – Suspenso nove dias;
Aaron Rosa – Suspenso 45 dias;
Joey Beltran – Suspenso por nove dias;
Jason Young – Suspenso por 180 dias;
Dustin Poirier – Suspenso por nove dias;
James Head – Suspenso 60 dias;
Nick Ring – Suspenso por nove dias;
Mike Massenzio – Suspenso por 30 dias;
Krzysztof Soszynski – Suspenso por nove dias;
Chris Weidman – Suspenso 45 dias;
Jesse Bongfeldt – Suspenso por nove dias;
Yves Edwards – Suspenso 45 dias;
Sam Stout – Suspenso por nove dias;
Vagner Rocha – Suspenso 30 dias;
Donald Cerrone – Suspenso por nove dias;
Dave Herman – Suspenso 30 dias;
Jon Olav Einemo – Suspenso 30 dias;
Mark Munoz – Suspenso por nove dias;
Demian Maia – Suspenso 30 dias;
Diego Nunes – Suspenso 45 dias;
Kenny Florian – Suspenso por nove dias;
Shane Carwin – Suspenso 60 dias;
Junior dos Santos – Suspenso por nove dias.

PORTAL: R7

Categorias:ESPORTE, UFC

Anderson Silva acaba com a luta com 3 golpes!

A “luta do século” durou um pouco mais de quatro minutos. Foi o tempo que Anderson Silva levou para nocautear Vitor Belfort na madrugada deste domingo, em Las Vegas, no UFC 126 e seguir com o cinturão dos médios.

Após passarem a maior parte do 1º round se estudando, nos segundos finais Silva acertou um chute no queixo de Belfort, que foi ao chão. Na sequência, o “Aranha” partiu para socar o rosto do adversário ainda no chão, mas o árbitro parou a luta, para alegria de Silva.

Apesar do clima hostil que antecedeu a luta, os dois se abraçaram ao final e Silva se aproximou de Belfort, caído, para saber do estado do oponente.

Na entrevista após a luta, Silva agradeceu “ao mestre” Steven Seagal,  que o ensinou o chute que derrubou Belfort. Ele ainda parabenizou o adversário da noite – “ele merece respeito” e, vestido com a camisa do Corinthians, mandou um recado para o Fenômeno, o jogador. “Ronaldo, ‘tamo’ junto e misturado!”, gritou.

Belfort reconheceu a superioridade de Silva e avisou: “Eu voltarei. Vocês verão, eu lutarei de novo”, prometeu. Agora resta esperar pela revanche – se acontecer.
 

Veja os tres momentos abaixo em que eu chamo de vai cavalo, que deram fim a luta de uma forma rapida ainda no primeiros dois minutos! 

Categorias:UFC

UFC 113: Shogun nocauteia Lyoto e é o novo campeão


A luta mais aguardada do ano aconteceu de forma bem diferente da primeira vez em que Lyoto Machida e Maurício Shogun se enfrentaram. Ao contrário do UFC 104, quando ambos lutadores fizeram um combate tático que acabou em decisão polêmica dos juízes a favor de Machida, três minutos foram suficientes no combate deste sábado (8) (horário de Montreal) para os fãs conhecerem o novo campeão dos meio-pesados.

Veja álbum com imagens da luta

Desta vez o combate foi franco e com novas estratégias por parte dos combatentes. Lyoto surpreendeu ao derrubar por duas vezes seu oponente e tentar trabalhar na luta de solo sem, no entanto, conseguir mantê-lo no chão. Já Mauricio afiou mais seu boxe e, após levantar nas duas oportunidades, mostrou punch ao encaixar o golpe final em um contra ataque por cima do direto de Lyoto e completar a fatura no “ground and pound” aos 3 minutos e 35 segundos do primeiro round. Esta foi a primeira derrota na carreira de Machida, que agora possui um cartel de 16 – 1.

O novo campeão assume o posto com a incrível marca de 16 nocautes em 19 vitórias e tentará manter o cinturão da categoria mais disputada do UFC. Desde maio de 2007, quando Quinton Jackson venceu Chuck Lidell, os meio-pesados tem agora seu quinto campeão; Quinton Jackson, Forest Griffin, Rashad Evans, Lyoto Machida e Maurício Rua.

O UFC 113 foi realizado em Montreal, no Canadá.

Paul Daley X Josh Koscheck
Em luta válida por uma vaga na disputa do cinturão da categoria até 77 kg contra George St Pierre, Josh Koscheck assinalou sua 13° vitória no evento e conquistou o direito de revanche contra o canadense.
Koscheck mais uma vez mostrou seu afiado jogo de wrestling derrubando em todos os rounds e mantendo a luta no solo, onde desenvolveu bem seu jiu jitsu para chegar a boas posições de finalização sem, no entanto, terminar a luta. Ao fim dos três rounds previstos os juízes apontaram sua vitória por decisão unânime.

Kimbo Slice X Matt Mitrione
O outrora brigão de rua do YouTube, Kimbo Slice, fez sua segunda apresentação no octógono mais famoso do mundo e não rendeu o esperado. Alçado ao status de estrela do MMA, Slice claramente está abaixo do nível principais nomes dos pesados. Diante do inexperiente Matt Mitrione, Kimbo cansou logo na primeira etapa e foi presa fácil no round seguinte sendo castigado no solo até o interrupção do juiz.

A expectativa é saber se o UFC fará com que o lutador baixe de peso e lute entre os meio-pesados, onde, talvez, possa evitar mais facilmente as quedas e desenvolver seu refinado boxe para mostrar os nocautes que o fizeram famoso na internet.

Veja os resultados do evento:

Card principal:
– Mauricio “Shogun” Rua nocauteou Lyoto Machida no R1;
– Josh Koscheck derrotou Paul Daley na decisão unânime dos juízes;
– Jeremy Stephens derrotou Sam Stout na decisão dividida dos juízes;
– Matt Mitrione derrotou Kevin “Kimbo Slice” Ferguson por nocaute técnico no R2;
– Alan Belcher finalizou Patrick Cote com um mata-leão no R2;

Card preliminar:
– Joe Doerksen finalizou Tom Lawlor com um mata-leão a 2min10s do R2;
– Marcus Davis nocauteou Jonathan Goulet a 1min23s do R2;
– Johny Hendricks derrotou TJ Grant na decisão dos juízes;
– Joey Beltran derrotou Tim Hague na decisão unânime dos juízes;
– Mike Guymon derrotou Yoshiyuki Yoshida na decisão unânime dos juízes;
– John Salter derrotou Jason MacDonald por nocaute técnico (lesão) a 2min42s do R1.

Categorias:COMBATE, UFC